O movimento Setembro Azul, de âmbito nacional, é considerado um marco histórico no que diz respeito a mobilização nacional a favor das escolas bilíngue.  Para comemorar a passagem desde marco, em são celebradas histórias de lutas e conquistas pela Comunidade Surda, a Faculdade Osman Lins (FACOL) realizou, no último sábado (30), uma programação especial, no Teatro Tabocas, situado no campus da instituição.

Café bilíngue, oficinas temáticas, apresentação cultural e palestras, com o tema “Cultura Surda: Identidade e Perspectivas” fizeram parte da programação, que contou com a participação de estudantes dos cursos de Administração, Fisioterapia, Logística e Direito. Os professores Ewerton Carlos Matos Marques, da UFPB, Maria Rita Barbosa, da UFPE, e Ana Lúcia Ferreira da Silva, da UFSC, foram os palestrantes.

“O encontro tem como objetivo fomentar discussões sobre línguas de sinais, educação de surdos, culturas e identidades surdas, a fim de reforçar e promover a importância da educação bilíngue para surdos e da Libras para ouvintes, bem como o significado de setembro azul”, enfatizou o professor Joanatan Oliveira.